sábado, 27 de agosto de 2016

ANO 2016 - PASSEIOS

Depois de um 2015 com apenas 2 passeios, com cerca de 40 km cada, espero que 2016 seja o ano de recomeço. Tenho necessidade de fazer algum exercício, para tentar manter o peso e a saúde.

Assim, em 24 de Abril fiz um passeio, até ao Furadouro, a solo, tendo esperança de continuar. O tempo não ajudou, com muita chuva depois dessa altura.

Na semana, dia 20 a convite de um amigo, levantei-me da  cama para outro passeio ao Furadouro, e regresso por Cucujaes. Senti-me bem, pelo que hoje repeti. Espero que assim continue, agora que o clima é mais propicio.

Acumulado 2016: 104 km

Fotos:












domingo, 29 de novembro de 2015

Regresso aos treinos

Depois de um grande período de ausência, fiz no dia 16 de Novembro o meu segundo passeio de bicicleta de 2015. O primeiro tinha sido em 17 de Janeiro, a estrear o novo quadro e que coincidiu com a estreia da nova bicicleta do Amigo Roberto.
Na altura fomos 3 ao Furadouro. Durante o passeio houve alteração das condições climatéricas, com a chuva a marcar presença, o que não é muito agradável considerando que estávamos em Janeiro.

O regresso custou um bocado, mas consegui manter a compostura e chegar a casa sem desmontar da bicla, embora com grande sofrimento.



O segundo passeio foi recentemente, no dia 16 de Novembro, também ao Furadouro, e terá sido a estreia de outro amigo, que nunca tinha ido ao Furadouro de bicicleta, e muito menos pelo mato.

Mais uma vez o regresso custou imenso, e desta vez até tive de fazer a ultima subido com a bicicleta à mão, embora não tenha sido o único. Falta de treino, claro...

Vamos ver se consigo manter um ritmo de, pelo menos, uma volta por semana.

A foto da praxe:


segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

De regresso aos "Treinos" - Passeio a Arouca

Finalmente consegui reunir condições para testar a minha capacidade de aguentar algumas horas em cima de uma bicicleta.

O tempo tem ajudado. Muito sol durante o dia e depois de uma noite bem dormida estava pronto para o teste.
Levantei-me por volta das 8 h e o inicio do passeio estava marcado para as 8h30m. Como é normal, estava um bocado frio, apesar do sol ajudar um bocado, nem que seja psicologicamente. O pessoal foi pontual e depois de uns minutos a planear o passeio, decidimos ir até Arouca, por Mansores, e regressar por Chão d'Ave.

Até Mansores apanhamos geada nas bermas e, em alguns locais, ainda se via o gelo na estrada.

Depois de Mansores a estrada antiga foi substituída por uma variante, onde não é permitido circular de bicicleta. Mas os meus colegas não se preocuparam muito com isso e seguiram em frente. Na verdade, este troço não tem lógica nenhuma, no que diz respeito à proibição para ciclistas e veículos de tração animal (creio que tractores tb não podem circular). Afinal não existe uma verdadeira alternativa digna desse nome. Nem sequer está sinalizada.

O que é certo é que uns quilómetros mais à frente encontramos um carro capotado e a presença de dois militares da GNR. Eu já me estava a ver com uma multa em cima. Eu vinha mais atrás porque estava na cavaqueira com outro colega, e os outros estavam avançados uns 2 minutos. Pelo que comentaram mais tarde, já se tinham desculpado aos GNR, dizendo que não conheciam o percurso e que, em reposta à pergunta dos mesmos, também eram só eles... Entretanto chegamos nós... De qualquer modo, os GNR foram fixes, deixaram-nos seguir pedindo para irmos juntos e sair numa saída logo a seguir.

Depois continuamos pela estrada antiga, rumo a Arouca, desde Rossas.

Em Arouca havia a azáfama habitual de um Domingo, com muita gente na rua, tendas de venda de produtos da região e uns bonitos bonecos de neve (imitação) logo à entrada.

Demos a volta lá em cima, junto ao edifício da CM, onde tiramos algumas fotos e fomos à procura de uma pastelaria, para o habitual pequeno almoço.

Estávamos em Arouca, logo os bolos são muito melhores que no Furadouro, e os preços também.

Abastecidos, regressamos a casa por Chão d'Ave, onde a subida constante depois de Rossas se encarregava de aliviar o frio do percurso. Mas depois, na descida para Carregosa, fiquei com os dedos gelados.

De resto, foi uma viagem tranquila até casa.

Distância percorrida: 60 km

Fotos:











sábado, 1 de novembro de 2014

Preparação de Inverno - Rolo de treino

Este mês decidi investir num rolo de treino, para ir ganhando forma durante o inverno... 79 euros na Decatlhon. Primeiro treino hoje. Uma hora de esforço.





quarta-feira, 8 de outubro de 2014

terça-feira, 7 de outubro de 2014

A recuperação

Já me sinto um pouco melhor. Já não tenho tantas dores, a cicatrização está a decorrer normalmente e parece que tudo está a evoluir com normalidade.

Aqui  está o estado actual das feridas da Cara:


domingo, 5 de outubro de 2014

Passeio com MEKK - não correu bem...

Hoje o dia prometia um passeio agradável. Seria o segundo com a MEKK, e a volta seria até S. Jacinto.
Começamos bem, com bom ritmo:




Éramos 5.

Fomos por Pardilhó, passamos a ponte da Varela e depois a Torreira. Seguíamos em direcção a S. Jacinto.

De repente, um elemento do nosso grupo cai mesmo à minha frente. Não deu para evitar. Depois disto só me lembro da chegada da ambulência. Houve um periodo de tempo que estive inanimado.

Quando chegou a Ambulência já estava de pé, embora um bocado confuso, mas lembrava-me do acidente.

Levaram-me ao Hospital, onde me fizeram um TAC e varias radiografias. Felizmente os médicos concluíram que estava tudo bem com a coluna e com a cabeça. Na cara tinha varias queimaduras devido à fricção com o asfalto. Também tive algumas escoriações na mão esquerda, cotovelos, costas num perna.

Agora estou em casa, um pouco dorido, com alguns pontos na ligação entre o nariz e o lábio.

Estreei hoje um novo fato de ciclismo, que comprei há 2 anos. Era o equipamento oficial da Efapel. A camisola já era..

Algumas fotos: